“Senhor, dá-me mais fé!”

Quantas vezes já ouvi esta oração: “Senhor, aumenta a minha fé!”. Quantas vezes eu mesma orei pedindo a Deus que me acrescentasse fé! Isso é um erro muito comum e o Senhor, que busca o nosso coração, não leva em conta o tempo da nossa ignorância. Mas, depois que passei a ter um maior entendimento da Palavra de Deus, eu mudei esta minha oração.

Neste texto de hoje eu procurarei explicar brevemente o que trouxe mudança ao meu entendimento.

A vida do cristão sem dúvida alguma é uma vida de fé e sem ela é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6). Sobre isso o apóstolo Paulo disse:

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. (Gálatas 2:20)

Esta era a vida que o apóstolo Paulo levava e que deve servir de exemplo para cada um de nós cristãos. O cristão deve viver pela fé em Jesus Cristo e na esperança que a aliança firmada através Dele no calvário lhe garante. Mas então, nesta perspectiva, o que há de errado em se orar pedindo que se acrescente mais fé?

Antes de mais nada, eu gostaria de deixar claro que quando se trata de oração, não há fórmulas, “certos” ou “errados”, o objetivo da oração deve ser o de um filho derramar o seu coração diante do seu Pai. Por isso em oração não há qualquer “assunto proibido”. Muito pelo contrário. Deus deseja fazer parte de cada aspecto de nossa vida nos mínimos detalhes.

O que acontece é que a Bíblia, como o nosso “manual de instruções”, nos ensina que não é pedindo ao Senhor que teremos a nossa fé aumentada, mas ela nos aponta outro caminho. Para isso, vamos dar uma olhada no que diz a carta do apóstolo Paulo aos Romanos.

De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. (Romanos 10:17)

Quando decidimos fazer de Jesus o nosso Senhor e salvador, certamente decidimos tomar essa decisão porque ouvimos a Palavra de Deus e fomos convencidos que precisávamos de um salvador. Aquela Palavra que ouvimos naquele dia gerou fé em nós e nos moveu para tomarmos a decisão mais importante de nossas vidas.

Ao tomarmos tal decisão, recebemos a salvação e a redenção pela fé no sacrifício que Jesus fez na cruz. Este foi o nosso primeiro ato de fé. Dai então, quando declaramos publicamente que Jesus é o filho de Deus e que ele morreu pelos nossos pecados, nós nascemos de novo (Romanos 10:9-10) e naquele momento Deus nos dá uma medida específica de fé.

Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um. (Romanos 12:3)

Quando nascemos de novo, Deus nos dá uma medida de fé. Essa fé que nos é dada pode ser comparada a uma semente, que dependendo dos cuidados com que é tratada, pode se transformar em uma árvore forte, frondosa e cheia de frutos ou poderá secar sem sequer germinar.

Deus já nos deu fé e deixou a cargo da cada um de nós aguá-la, nutri-la e cuidar dela. Isso não é trabalho Dele, é uma responsabilidade que Ele entregou a cada um de nós cristãos. E todos os nutrientes que a nossa fé precisa para crescer estão na Palavra de Deus.

A fé cresce à medida que cresce o nosso conhecimento e intimidade com a Palavra de Deus. Se desejamos obter mais fé ou queremos que a nossa fé se torne mais forte, cabe a nós mesmos, e não a Deus, conhecermos melhor o “autor e consumador da nossa fé” (Hebreus 12:2) investindo tempo de leitura da Palavra de Deus, estudando e escutando ensinamentos de homens e mulheres de Deus maduros na Palavra, mas não apenas estudá-la e ouví-la, mas também praticá-la.

E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. (Tiago 1:22)

Ao praticar aquilo que se aprende, o conhecimento se torna real e as palavras que você ouviu  e leu na Bíblia, deixam de ser apenas um conjunto de letras para se tornarem experiência, realidade e verdade na sua vida.

No dia de hoje eu gostaria de lhe encorajar a estudar a Palavra de Deus. E para isso eu gostaria de lhe ajudar sugerindo um dos 3 planos de leitura da bíblia abaixo, os quais foram montados pelo Ministério Esboçando Ideias. Analise e veja qual seria o plano que melhor se encaixaria no seu dia-a-dia e compartilhe conosco através de um comentário, como tem sido a sua experiência.

Eu gostaria que você lesse cada trecho bíblico com atenção e meditando no que se está lendo, buscando entender o plano de salvação de Deus para a sua vida. A minha oração é que você possa estar atento ao seu professor por excelência, o Espírito Santo (João 14:26) e a tudo o que Ele deseja tratar com você, e que você possa desfrutar do privilégio de ler um livro que pode mudar a sua vida, tendo o próprio autor à sua disposição para esclarecer qualquer dúvida 24h por dia.

Sejam abençoados,

Camila Lycurgo