Deus pode criar uma pedra tão grande que Ele mesmo não possa levantá-la?

O bate-papo de hoje é sobre uma questão no mínimo curiosa. Algumas pessoas, no intuito de provarem que Deus não é onipotente (ou seja, todo-poderoso), fazem a pergunta que está no título: “Deus pode criar uma pedra tão grande que Ele mesmo não possa levantá-la?”

Interessante que conheci uma pessoa que dava a seguinte resposta para este tipo de pergunta: “É claro que Deus não pode fazer isso. Pois fazer uma coisa sem sentido assim seria estúpido e Deus não faz coisas estúpidas”.

Embora esta resposta seja engraçada e, posso até mesmo dizer, tenha lá as suas verdades, não é mesmo a forma mais adequada de responder o questionamento.

Antes de enveredarmos pela resposta propriamente dita, vamos começar por entender a ideia por trás da pergunta.

Como você já deve ter notado, a ideia é a seguinte:

  • Se a resposta for SIM, Deus não seria todo-poderoso, pois ele não teria o poder de levantar a pedra em questão.
  • Se a resposta for NÃO, Deus também não seria todo-poderoso, pois haveria pelo menos uma coisa que Ele não poderia fazer: criar a referida pedra.

De toda maneira, teríamos um Deus que não seria todo-poderoso e, portanto, que nem mesmo Deus seria, já que a onipotência é uma das características essenciais de Deus.

Afinal, foi Ele que criou o universo a partir do nada, certo? Ele não é onipotente, como não poderia criar uma pedra como esta da pergunta?

Bem, sempre que me fazem esta pergunta, identifico que a pessoa que questiona não conhece o verdadeiro conceito de onipotência de Deus. É que as pessoas geralmente pensam que o fato de Deus ser todo-poderoso, onipotente, representa a sua capacidade de fazer qualquer coisa que queira.

Não é bem assim. Aliás, eu tenho até a capacidade de fazer algumas coisas que Deus não pode fazer. Não, não é que eu seja, digamos assim, muito convencido. Na realidade, você também tem essa capacidade. Aliás, todos seres humanos a têm. Basta pensar um pouco. Você saberia me dar um exemplo de algo que podemos fazer mas o Deus todo-poderoso não pode?

Posso sugerir alguns desses exemplos. Veja que entre as coisas que nós podemos fazer e Deus não pode, encontram-se pecar, mentir, trapacear, enganar, ou mesmo fazer o mal, ser incoerente, entre outros.

É bem verdade que não seria aconselhável que fizéssemos essas coisas, mas é fato que temos o poder de fazê-las se quisermos, o que Deus não tem.

Como assim? Então como é que dizemos que Deus é todo-poderoso se Ele não pode tudo?

Dizemos isso porque o conceito de onipotência de Deus não é poder fazer tudo, mas sim poder fazer tudo que não seja contrário à sua natureza, à sua Palavra, ou ao seu caráter.

E o que isso tem a ver com a história da pedra do título deste post? Ora, tem tudo a ver. Sabe por quê? Porque, conforme vimos, a coerência é da natureza de Deus.

Você pode estar-se perguntando agora: entendi que Deus é coerente e que isso emana da sua natureza, mas não poder criar uma pedra tão grande que Ele mesmo não possa levantá-la seria algo incoerente?

Sim, seria, pois isso é uma falácia do raciocínio. A falácia está em considerar que algo finito (pedra) poderia limitar um Ser infinito (Deus). Em outras palavras, a falácia da pergunta decorre de misturar na mesma categoria de coisas, categorias diferentes: finito e infinito.

Em palavras mais simples e diretas, Deus não pode criar uma pedra que Ele mesmo não possa levantar, mas isso não tem nada a ver com ausência de onipotência. Supor que um ente finito limitaria o poder de um Ser infinito é contrário a lógica, é incoerente, e, portanto, contrário à natureza de Deus. Como onipotência divina é fazer tudo que seja de acordo com a natureza de Deus, dele não se pode esperar que faça algo contrário a ela.

Caso você ainda tenha ficado com alguma dúvida ou dificuldade em entender o que apresentamos aqui neste post, por favor deixe a sua pergunta nos comentários abaixo, que teremos o maior prazer em responder.

Deus abençoe,

Tassos Lycurgo